segunda-feira, 17 de junho de 2013

Entrega Constante


Aqui estou eu de novo, fazia um tempo que não postava. Estamos nas férias de verão por aqui e com criança em casa, tudo fica beeeemmmm corrido.

Já faz um ano que estou casada. Como o tempo passa rápido! Às vezes ainda tenho que parar e pensar: "Nossa, será que é real mesmo?"

O tempo realmente passa rápido e se não soubermos aproveitar cada momento vamos ter vivido uma vida vazia. Casamento é algo difícil de explicar, acho que só casando mesmo para entender as surpresas e desafios que serão enfrentados.

A mentalidade de uma pessoa prestes a se casar é sempre muito fantasiosa e ingênua quanto ao real conceito de casamento. Na festa é só sorriso, alegria, doces e bolo. Depois lua-de-mel, comilanças, passeios, fantasias. Agora começar a vida juntos são outros quinhentos.

Apesar de eu ter me casado com a consciência de que seria algo eterno e trabalhoso, muitas coisas me surpreenderam. 

No começo, eu estava em outro país, tudo era diferente. Eu não sabia aonde achar as coisas no mercado, não sabia nem o que comprar, o que cozinhar... Não sabia limpar, que produtos comprar? Não sabia lavar roupa ou passar. 

Tentei cozinhar alguns pratos que já sabia previamente, pratos brasileiros, a maioria não deu certo, faltava ingredientes, o sabor não ficou ideal. Lavar roupa foi uma das coisas mais fáceis, e eu achava que seria a mais dificil. Logo aprendi o que lavar com água quente, o que lavar com água fria, que roupas colocar com o que e por aí vai. Em uma das minhas primeiras experiências, não sabia que na máquina de secar roupa, se não secasse em 30 minutos, você poderia programar para mais 30 minutos, ou quanto fosse necessário. Então tirei todas as nossas roupas íntimidas ainda úmidas e comecei a dobrar. Foi engraçado! 

Caleb me ensinou que poderia programar várias vezes, até estar realmente seco. Minha sogra me ensinou por cima como passar roupa. Chorei porque não sabia o que comprar no mercado. Minha sogra me comprou produtos de limpeza. Comecei faxina geral na casa.

Meses se passaram até conseguir ter uma rotina de limpeza, compras no mercado, lavar roupas, etc...

Tudo é um processo, uma aprendizagem. A gente erra, tenta de novo e vai seguindo. O mesmo com o nosso relacionamento de marido e esposa.

No começo tudo era motivo para discussão, desentendimento, desconfiança. Mas será que ele quis dizer isso? Por quê ele está falando aquilo?

Nossas inseguranças e fraquezas ficam a flor da pele. E então... só então... vamos descobrindo quem somos e quem é essa pessoa com quem casamos. Como respondemos as situações, aos imprevistos, aos problemas? Estamos tomando as decisões juntos, com base na oração? Estamos administrando nosso dinheiro bem?

Podemos rachar de orar e checar tudo na nossa listinha imaginaria de como meu marido deve ser. Mas a vida real vai MUITO ALÉM DISSO. A vida real é superar os obstáculos. É levantar o outro quando ele cai, e aprender a ser amado intensamente. É saber amar, mesmo quando você acha que não tem mais nada para dar.

A vida real de casados não é facil, mas por que? Porque é preciso haver entrega total de ambas as partes, é preciso entender que o outro tem suas fraquezas e imperfeições, e ambos precisamos entender que há um inimigo disposto a fazer o que for preciso para os separar.

A recompensa está em descobrir um ao outro cada dia, em ajudar a levantá-lo sempre que cai, encorajar quando se está para baixo, tomar conta, fazer agrado, receber agrado, estar junto, tomar decisões juntos, lutar juntos...

Em resumo, meu primeiro ano de casada não foi fácil, mas foi imensamente recompensador. Eu tive que mudar muito, aprender muito, orar muito e amar muito. Jesus é o autor deste romance.

Para amar completamente e profundamente é preciso haver entrega constante.

Só queria compratilhar um pouco minha perspectiva pois tenho algumas amigas prestes a entrar neste barco... E dizer que você vai errar, a vida não vai correr conforme seus planos, imprevistos acontecem, as dificuldades vem, alguns sonhos são deixados para trás..

Mas Jesus é o autor deste romance, e Ele tem algo para vocês. Às vezes a gente pensa: "Como eu vim parar aqui?" Mas lembre-se, Deus tem algo para você aí onde você está! Talvez você precise mudar sua perspectiva, para ver com os olhos dEle.


4 comentários:

  1. Pra. Patrícia Bragança18 de junho de 2013 10:50

    Amei! Gostei da sua sinceridade. As pessoas pensam que casamento de cristão são só rosas. Aí é que está o segredo: rosas têm espinhos! Cada dia um passo, cada passo um aprendizado. Surpesas boas e agradáveis, mas, também aquelas que nos magoam. Parar? Nunca! Seguir em frente, SEMPRE! Beijos no casal e vamos que vamos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Pastora! Seguir em frente sempre!! =) Bjinhus

      Excluir
  2. Nossa Denise, fiquei até emocionada...
    Olha esse ano completo 20 anos de casada e confesso que ainda temos MUITO que aprender, mas fui grandemente abençoada com seu testemunho, se assim posso dizer.
    Bjs e que a graça de Deus continue sendo constante ai entre vcs. Felicidades

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana! Que bom ter você por aqui! Parabéns pelos 20 anos, Uau!!! Isso sim é bênção! =) Beijos e obg pelo carinho.

      Excluir

Para postar seu comentário você deve escolher a opção Nome/URL e colocar seu nome e mensagem. Quando apertar OK aparecerá a caixa com os caracteres para você digitar. Você precisa colocar as letras e o número que estiver na foto para o comentário aparecer. Obrigada!